Destaques
LIteratura Infantil
Vote em nós
Resenhas
Quando eu li…
  • Quando eu li

    Quando eu li Marcel Proust

    28 de outubro de 2016
    2
    O propósito desta coluna é escrever sobre o autor que primeiro tocou afetivamente seu leitor, para dividir com ele suas impressões sobre o escritor em questão. Hoje vou falar de Marcel Proust abrindo uma exceção: Proust não foi minha primeira paixão literária, mas depois que comecei a ler Em busca do tempo perdido, sua recherche, percebi que estava num divisor de águas. Vivian antes de Proust – e, por fim, Vivian depois de Proust, não há dúvidas. Nasceu em mim uma nova forma de ler, analisar e vivenciar a literatura desde que cheguei à última frase da recherche, a...
Entrevistas

Pensamentos Imperfeitos

Leitura do mês
Contos
Video-Publieditorial
Crônicas
Conversa com o editor
Poesia
Crítica Literária
  • Crítica Literária

    LEBERTAS QUAE SERA TAMEN DE REINALDO ARENAS

    21 de setembro de 2017
    1
    Numa entrevista ao New York Times, na década de oitenta, o escritor cubano Reinaldo Arenas diz que entre as coisas que mais odeia estão o dogma, seja religioso ou político e sua consequência, o fanatismo. Injustiçado e engolidao não só pelo regime de Fidel Castro, mas pelos revolucionários fanáticos e portadores de uma cegueira incurável, Arenas, com sua inteligência sofisticada e ironia brilhante seja talvez, um dos dos raros casos de indivíduos profundamente politizados e capazes de , justamente, prestar contas críticas de lados polarizados e justapostos do comunismo e do capitalismo. Alimentado por boas intenções e a necessidade...