Sobre o Literatura BR

por Nathan Matos
O LiteraturaBr foi criado quando os blogs ainda não eram algo popular. Mais ou menos, no ano de 2003, quando muitas pessoas ainda usavam a plataforma Blogger, eu criei o meu blog pessoal e passei a escrever textos sobre os livros que eu lia, simplesmente porque não tinha com quem conversar sobre literatura. O blog servia como um repositório, onde eu poderia encontrar o que eu havia pensado sobre determinados livros já lidos mais tarde. Funcionava como um baú pessoal para que as memórias dos livros não sumissem. Na época, não tínhamos essa infinidade de gente falando na internet sobre livros, formando clubes de livros ou bate-papos virtuais com escritores para aproximar o público leitor de literatura. E, ainda bem, isso mudou.

Depois de alguns anos, a ideia era transformar o LiteraturaBr em um ponto convergente de pessoas que gostassem de escrever resenhas, o que seria um modo de divulgar as novas obras publicadas por aí. Aos poucos, como tudo muda no decorrer da caminhada, fui percebendo que o LiteraturaBr poderia ser mais e mais.

Fui conhecendo pessoas do meio literário e passamos a produzir conteúdo, dando abertura para que as pessoas enviassem textos dos mais diversos gêneros, fosse conto, crônica, poema, entrevista etc. Com isso, passou de um simples blog pessoal para se tornar um dos maiores sites sobre literatura do país à época, mais ou menos entre 2010 e 2012.

Em 2012/2013 e 2013/2014, o site conquistou um prêmio virtual que muitos blogs cobiçavam naquele tempo; na categoria Blog Pessoal – Júri Acadêmico do TOP BLOG 2013/2014 – um dos maiores prêmios para blogueiros do Brasil naquela época – o primeiro lugar.

Mantivemos por muito tempo uma parceria com uma das maiores páginas de Poesia Brasileira no Facebook e com editoras independentes. E foi a partir de todo esse crescimento do site, e pessoal, que nasceu a primeira revista literária que eu faria, ao lado de um amigo, Roberto Menezes, ela se chamou Substânsia. Fizemos três edições da revista, que aconteceu totalmente online.

Depois de mais ou menos 4 edições, acabei fundando, com outros dois amigos, Madjer de Souza Pontes e Talles Azigon, em Fortaleza, no Ceará, a Editora Substânsia. Permaneci na editora até 2019.

Atualmente, além de ser o responsável pelo LiteraturaBr, sou o criador e editor da Moinhos, uma pequena editora mineira, que fundei ao lado de Camila Araujo, minha esposa e sócia.

Particularmente, há um bom tempo, eu já desejava que o LiteraturaBr se tornasse em hub literário, somente agora, em 2021, com ajuda de quem acompanha nosso trabalho e de quem chegou há pouco tempo, temos a chance disso se tornar real, com a criação do Canal no Youtube, do nosso Podcast, dos Cursos que vamos promover e da Editora LiteraturaBr que nasce com diversas obras no catálogo. Entre idas e vindas, a única coisa que espero a partir de agora é que o site se mantenha, ele que sempre se manteve de pé porque tive e tenho ainda pessoas que apoiam esse tipo de ação, o abrir portas para publicação de pessoas desconhecidas ou não, para divulgar obras de estreantes e consagrados.

Então, se você tem prazer pela leitura, está no local certo. Se acomode na cadeira e curta um pouco de literatura. #LeiaMais

Quem somos

Mika Andrede - Colunista

Mika Andrade é poeta, pesquisadora e editora; Publicou dois livros de forma independente: Descompasso e Poemas Obsessivos; organizou a antologia erótica de poetas cearenses O Olho de Lilith (Selo Ferina, 2019). Tem seus textos publicados em sites, zines e antologias. É idealizadora e curadora do projeto Escritoras Ce (Instagram: @escritorasce). Publica no seu blog [mikaandrade.wordpress.com]. Colabora como cronista para a coletiva Bora Cronicar e integra a coletiva PRETARAU – Sarau das Pretas.

Ver postagens

Roberto Menezes - Colunista

É paraibano. Nasceu em 1978. É professor da Universidade Federal da Paraíba. Faz parte do Clube do Conto da Paraíba. Tem sete livros publicados: “Pirilampos Cegos” (romance), “O Gosto Amargo de Qualquer Coisa” (romance), “Despoemas” (contos) e “Julho é um bom mês pra morrer” (romance) e “Palavras que devoram lágrimas” (romance), “Conversa de Jardim”, de coautoria com Maria Valéria Rezende e “Trago Comigo as Dores de Todos os Homens” (romance).

Ver postagens

Isa de Oliveira - Colunista

Isa de Oliveira é doutoranda e mestre em Estudos de Linguagens, revisora, resenhista e crítica, produtora de conteúdo do bookstagram @corujadasletras, poeta e escritora, autora de Intermitências (Crivo Editorial, 2019).

Ver postagens

Nathan Matos - Editor

Nascido em Fortaleza, 1985, é editor da Moinhos e criador do LiteraturaBr. Foi um dos fundadores da Editora Substânsia, é formando em Letras, com mestrado em Literatura Comparada e Doutorado sobre a obra poética de Orides Fontela.

Ver postagens

Camila Araujo - Colunista

Camila Araujo é formada em Letras, mestra em Estudos da Tradução, atual aluna da pós O livro para infância, da Casa Tombada, editora da Moinhos e tradutora.

Ver postagens

Ivandro Menezes - Colunista

Paraibano. Autor de Sangrem os porcos, depenem os frangos. Podcaster no Lavadeiras do São Francisco. Professor na Universidade do Estado da Bahia. Vive no sertão da Bahia.

Ver postagens

Dia Nobre - Colunista

Escritora e Ph.D em História. Natural do Cariri cearense, atualmente trabalha em Petrolina, Pernambuco, como professora universitária desenvolvendo projetos ligados à literatura, história, lesbianidades e feminismo.

Publicou dois livros de não-ficção, O teatro de Deus (Ed.UFC, 2011) e Incêndios da Alma, (Multifoco, 2016), tendo recebido três prêmios por este último, incluindo o Prêmio Capes de Teses (2015).

Seu primeiro livro de poemas, Todos os meus humores, foi publicado em junho de 2020 pela Editora Penalux. Participa ainda das Antologias Coletânea VISÍVEIS – I Anuário Filipa Edições e Antes que eu me esqueça – 50 autoras lésbicas e bissexuais hoje (Quintal Edições, 2021).

Em maio de 2021 lançou o livro de ficção No útero não existe gravidade que foi finalista do 3° Prêmio Mix Literário 2021.

Ver postagens

Isaías Gonçalves - Colunista

Mossoroense da gema, nascido no ano de 1989. É professor de geografia do Ensino Médio e especialista em Neuropsicopedagogia e também em Educação Ambiental do Semiárido. É administrador do perfil literário LivroBakana, no instagram, e criador do Canal Mais Literatura, no Youtube.

Ver postagens

Paulo Geovane

Paulo Geovane e Silva nasceu em 1985, na cidade de Manhuaçu (Minas Gerais). É escritor, editor, tradutor, crítico literário, ensaísta e professor. Licenciou-se em Letras pela PUC Minas (2010). É mestre (2012) e doutorando em literaturas africanas de língua portuguesa pela Universidade de Coimbra.

Em 2018 estreou na poesia com “caída” (2018, Editora Letramento) e em 2021 lançou “O homem à espera de si mesmo” (poesia, Editora Mosaico). Além disso, tem contos, crônicas e poemas publicados em revistas literárias no Brasil e no exterior.
Contribui esporadicamente para o Le Monde Diplomatique Brasil. Radicou-se em Madrid e, atualmente, edita a Revista Ponte, um portal de divulgação científica para a educação e a cidadania global.

Ver postagens

Natália Campos

Natália Campos é mineira de Belo Horizonte, é doutora em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais, escritora, revisora de textos e professora. Além da experiência de quase duas décadas com revisão e preparação de livros, produz conteúdo sobre educação, literatura, cinema e mercado editorial. Nessa travessia-travessura pelas letras, a única regra é desfrutar o texto. É autora de Desinfinito (2017) e O guru da Lopes Chaves (2016). Está entre os 12 novos poetas brasileiros contemplados na antologia bilíngue Inventar la felicidade – Muestra de la poesía brasileña reciente (2016), organizada por Fabrício Marques e Tarso de Melo.

Ver postagens